Site Loader

Você sabia que Gustave Eiffel, famoso engenheiro por trás do maior símbolo de Paris, projetou um pequeno apartamento quase ao topo da torre que carrega seu sobrenome?

Gustave Eiffel foi considerado por muitos anos, o “causador da discórdia” entre a alta sociedade de Paris pelo fato dele possuir um apartamento privativo no topo da torre que quase ninguém tinha a permissão de visitar. Em seu livro La Tour Eiffel de Trois Cent Métres (A Torre Eiffel de 300 metros), o autor Henri Girard relata que váris pessoas frequentemente ofereciam um pequena fortuna para alugar o seu espaço privativo por uma noite, mas o engenheiro sempre as recusava.

Segundo relatos, ele sempre usava o espaço para suas silenciosas reflexões ou para receber seletos convidados prestigiados, como Thomas Edison (este, por exemplo, presenteou Eiffel com seu mais novo Fonógrafo).

Diferente da estrutura metálica e pesada de seu exterior, o “cômodo” não era muito grande, mas era bem aconchegante. Localizado no terceiro nível da Torre, conta com papeis de parede, móveis de madeira e quadros a óleo. Junto ao apartamento també haviam áreas de laboratório com equipamentos da época.

Importante saber antes de visitar

Depois de fechado por anos, o espaço está disponível para visitantes que adquirirem o passeio até o topo da Torre. Sem poder entrar no apartamento, os turistas podem conferir muitos detalhes por uma janela do local. Além de contar com boa parte da mobília original, também é possível conferir manequins de Gustave Eiffel e Thomas Edison.

Fontes: architecturaldigest e atlasobscura

Comentários

comments

realizacao

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Categories